Violência assusta população de Vespasiano

July 6, 2017

A cidade teve uma taxa de homicídio de 43,9 a cada 100 mil habitantes; no ranking nacional, o município ocupa 240° lugar

 

O resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), divulgada no dia 5 de junho, assustou os moradores de Vespasiano. O levantamento aponta o município como o segundo mais violento da Região Metropolitana de Belo Horizonte, com uma taxa de homicídio de 43,9 a cada 100 mil habitantes – atrás apenas de Betim. Considerando o ranking nacional, Vespasiano ocupa a 240º posição. O grande número de assaltos a residências também preocupa a população que cobra mais ações efetivas da Polícia Militar.

Esses dados assustaram a população que se manifestou indignada nas redes sociais, especialmente porque Vespasiano tem o comando da Polícia Militar e Civil instalados no município. A situação ficou mais preocupante quando surgiram boatos de que o efetivo da Polícia Militar em Vespasiano seria reduzido. Vereadores tomaram frente da situação e se reuniram com o Comandante do 36º Batalhão, Ten Cel Edesio Amorim Anacleto, solicitaram esclarecimentos sobre essa situação.

Segundo o Comandante, não haverá redução do efetivo em Vespasiano e a população pode ficar tranquila. “As estrutura fixa da Cia de Polícia Militar do Centro de Vespasiano e bairro Santa Clara serão desativadas e bases comunitárias móveis serão implantadas. As unidades móveis irão garantir reforço no policiamento e serão pontos de atendimento à população e registro de ocorrências,” explicou. Ten Cel Anacleto disse, ainda, que o projeto será implantado inicialmente em Belo Horizonte e, posteriormente, nas cidades da Região Metropolitana.

Quanto ao resultado da pesquisa, o Comandante do 36º Batalhão disse que o mapa de criminalidade divulgado pela mídia – colocando a cidade de Vespasiano como a 2ª cidade mais violenta do estado – são dados do ano de 2015. “Vespasiano está com redução de crimes violentos, e fazendo-se um comparativo da Incidência de Criminalidade Violenta (ICV) há uma redução de 13,91% em comparação ao ano passado (2016), durante o mesmo período de 1º de janeiro a 7 de junho.

Embora a segurança pública seja função do Estado, a prefeita Ilce Rocha, nomeou neste mês de junho, a ex-comandante do 36o   PBM, Cel Cláudia Romualdo para a Secretaria Municipal de Defesa Social. Entre os principais desafios enfrentados pela nova secretária estão a implantação da Guarda Municipal para auxiliar as polícias na proteção do cidadão e na preservação do patrimônio público.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Por Trás do Blog
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Please reload

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black

PARTICIPE COM O EM DIA!

(31) 98304-6679

Redação: rua 27 de dezembro, 244, Názia.

Vespasiano-MG

Telefone: (31) 3991-0913

email: redacao@jornalemdia.com