Nossos craques do passado e do futuro.

July 6, 2017

João Bosco dos Santos, que ficou conhecido no mundo da bola como Buião, nasceu no dia 31 de julho de 1946, na cidade de Vespasiano. Ele é o nosso craque da primeira edição do jornal Em Dia.

Buião é o sexto filho do casal José Sérvulo dos Santos e Inah Vercesi dos Santos. Desde cedo começou a trabalhar como engraxate, faxineiro, ajudante de bar, relojoeiro e até consertando bicicletas. Mas foi nos gramados que ele encontrou sua grande paixão. O apelido “Buião” é uma comparação a bujão de gás, que o acompanhava desde criança quando os quilinhos a mais eram motivo de brincadeira entre os amigos. Começou nos gramados como meio campista do Vespasiano Esporte Clube. Aos dezesseis anos já disputava a segunda divisão do campeonato mineiro pelo Independente, também da cidade de Vespasiano. Em 1964 foi levado para fazer testes no Clube Atlético Mineiro pelas mãos de seu tio, conhecido pelo apelido de “Afonso Bandeijão”. Grande craque do passado que também será homenageado pelo nosso jornal. Depois de apenas quinze dias de treinamento, Buião fez seu primeiro jogo contra o Paraisense de Pará de Minas, e marcou o gol da vitória por 1×0. Típico ponta utilizava muito bem sua velocidade e seus dribles. Baixinho e carismático, logo virou ídolo da torcida do Atlético que sofria com o domínio do Cruzeiro desde 1965.

O craque foi vendido ao Corinthians em 1968, considerada a maior transação do país na época. Pelo Corinthians, o ponta-direita fez 57 partidas com 22 vitórias, 20 empates, 15 derrotas e 2 gols marcados. O jogador depois se transferiu para o Flamengo, Atlético Paranaense e outras equipes do interior do Paraná. Sua permanência pelo futebol do Estado foi longa, com ligeiras interrupções, quando jogou no pelo Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense em 1972, pelo Rio Negro de Manaus e pelo Sampaio Corrêa do Maranhão.

Depois do Atlético Paranaense, Buião defendeu o extinto Colorado do Paraná em 1977, onde finalmente conseguiu seu único caneco estadual em 1980 (título dividido com o Cascavel). Em 1983, quando já contava com 37 anos de idade, Buião fez sua despedida dos gramados e se tornou um próspero empresário no segmento de transportes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Por Trás do Blog
Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Please reload

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black

PARTICIPE COM O EM DIA!

(31) 98304-6679

Redação: rua 27 de dezembro, 244, Názia.

Vespasiano-MG

Telefone: (31) 3991-0913

email: redacao@jornalemdia.com